« Voltar | Início » Posts tagged "CIDADE MARAVILHOSA"

Que bonito é…

Novo Maracanã

O texto que se segue é sobre o novo Maracanã e seu autor é o jornalista Joaquim Ferreira dos Santos cujo único defeito é torcer pelo Flamengo. Vale a leitura!

“Meu caro Mário Filho

Joaquim Ferreira dos Santos

Estive no estádio que leva o seu estimado nome, grande jornalista esportivo, e vou ser sincero: não o reconheci naquelas cadeiras azuis, brancas e amarelas. Querendo fazer graça, quando cheguei ao meu lugar, quase à beira do gramado, ali mesmo onde antes ficavam os geraldinos, fui em direção a uma mocinha de verde, que fazia as honras da casa e dava as informações. Perguntei: “É aqui mesmo o Maracanã, o estádio Mário Filho?”.

Longe de mim, prezado Mario, o saudosismo de lamentar que agora, sem a divisão entre geral e arquibancada, estes não poderão mais jogar saquinhos de xixi em cima dos primeiros, como era hábito notório.

Tem gente chorando saudades por todos os lados, dizendo que não sabe mais se aquele é o gol da Quinta da Boa Vista ou onde foi mesmo que o Rondinelli meteu aquele gol de cabeça contra o Vasco.

Longe de mim, a saudade de dizer que naqueles mármores do Lounge Vip não poderá passar uma nova charanga do Jaime, ou que a Dulce Rosalina, coitada, não teria roupa para ir num evento em cenário tão tranchã.

Eu fiquei inteiramente perdido nesta primeira visita, como se tivessem deletado todas as minhas referências particulares no estádio. Onde é mesmo que eu estava, na primeira vez que vim aqui, naquele esculacho que o Bangu deu no Flamengo, em 1966, quando o Almir Pernambucano, levando de três a zero, melou o jogo e saiu dando porrada nos rosadinhos de Moça Bonita.

Eu gostaria que o mundo continuasse preservando todos os meus cenários importantes, até mesmo os mais tristes, aquela arquibancada atrás do gol de onde eu, já comemorando o título, vi a dupla Washington e Assis roubando a taça no último momento do Fla-Flu.

Qualquer garoto carioca poderia traçar a história da sua vida a partir das idas e vindas ao Maracanã. A namorada que o acompanhava, o tio que o protegeu de uma briga de torcidas, a presença histórica naquele Brasil e Paraguai, 180 mil pessoas, o recorde de público no estádio.

Pois, meu caro Mario Filho, eu estive no novo Maracanã e devo lhe informar que não há mais qualquer sinal do estádio a que você deu nome. Imagino que a qualquer momento, sabedor que sou de sua dignidade e caráter, você vá mandar aí do sobrenatural uma mensagem liberando as autoridades a mudarem o nome do estádio.  Continuar lendo

Share

O mundo declara seu amor ao Rio

Rio turismo

Dois milhões de estrangeiros desembarcaram no Rio em 2012 para alegria dos empresários dos turismo. O número é um recorde e deve aumentar até a Copa e a Olimpíada. A maior parte dos viajantes vem da Argentina, Estados Unidos, França, Chile e Inglaterra e Alemanha. O gasto médio de cada turista é de 97 dólares e seus lugares preferidos são o Pão de Açúcar, Corcovado e Jardim Botânico. A repórter Letícia Pimenta conta essa história com mais detalhes. Segue o texto na íntegra:

A americana Tawnya Christian, 33 anos, sócia de duas academias de ginástica em Las Vegas, sempre sonhou ver de perto a queima de fogos de Copacabana. No segundo semestre de 2012, decidiu que era o momento de realizar o velho desejo. Passagem comprada, visto no passaporte e quarto reservado no Sheraton, ao lado do Morro do Vidigal, ela pisou pela primeira vez em solo carioca em 28 de dezembro. Tawnya assistiu ao foguetório da cobertura do hotel JW Marriott e deslumbrou-se com a festa. “Até sir Ben Kingsley estava lá”, recordava ela na semana passada, referindo-se ao ator inglês que, nos anos 80, ganhou um Oscar por interpretar Gandhi no filme homônimo. Por onze dias, ela cumpriu o roteiro clássico com o Pão de Açúcar, o Corcovado e as praias da Zona Sul. Passeou pelas lojas da Rua Visconde de Pirajá e comeu nos restaurantes da Dias Ferreira. Animada, aproveitou e deu uma esticadinha até Búzios. Encerrada a temporada de férias, era só elogios. “Eu mal posso esperar para voltar. Estou pensando seriamente em vir para a Copa do Mundo ou para a Olimpíada”, contou.

A loira empresária dos Estados Unidos faz parte de uma multidão de viajantes vindos dos quatro cantos do mundo que aproveita o bom momento da cidade para passear por aqui. Computados os dados de desembarques aéreos e marítimos, mais de 2 milhões de visitantes estrangeiros vieram se divertir no Rio de Janeiro no ano passado. Trata-se de um número que impressiona, seja pelo total simbólico, seja pela evolução em relação aos anos anteriores. A quantidade de gringos que passaram pela capital em 2012 é o dobro da do ano anterior e quase o triplo dos 760 000 registrados em 2008. Indicadores e rankings também atestam o aumento na nossa visibilidade internacional. No último ano, ficamos em primeiro lugar no Índice Mastercard de Destinos Globais, levantamento que classifica 132 cidades com base no número de viajantes e nos gastos com cartão de crédito. Segundo a pesquisa, o Rio cravou o maior crescimento no número de turistas internacionais (28,6%), à frente de metrópoles como Tóquio (21,5%). Em média, um estrangeiro deixa aqui 97 dólares por dia de visita (20 a mais do que o gasto médio no resto do país). “É inegável que vivemos um momento excepcional, com um calendário forte de eventos que atrai a atenção para nós. Mas é justamente em situações assim que fica evidente que ainda há muito a ser feito”, afirma o secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello. Continuar lendo

Share

Veja como vai ficar a Zona Portuária do Rio em 2016

Da série porque eu amo o Rio:

De Ancelmo Góis no jornal “O Globo”:

A conclusão do projeto Porto Maravilha, de recuperação da Zona Portuária do Rio, está prevista para 2016. Trata-se de um dos maiores projetos de transformação urbanística da cidade, desde sua fundação, em 1565. Os outros foram com certeza o Aterro do Flamengo, que fará 50 anos em 2015; o Plano Piloto da Barra da Tijuca, de 1969; e o Rio Cidade, na década de 90.

No Porto, a prefeitura planeja a construção de quatro quilômetros de túneis; reurbanização de 70 km de vias e 650.000 m² de calçadas; reconstrução de 700 quilômetros de redes de infraestrutura urbana (água, esgoto, drenagem); implantação de 17 quilômetros de ciclovias; plantio de 15 mil árvores; construção de três novas estações de tratamento de esgoto; e, a joia da coroa, a demolição de quatro quilômetros do Elevado da Perimetral.

Para quem circula diariamente por aquela parte da cidade é praticamente imaginar como vai ficar após as obras. Por isso, a prefeitura tratou de dar um empurrãozinho na sua imaginação. Fez um vídeo com imagens computadorizadas, que mostra exatamente como tudo vai ficar, em três anos.

Enquanto isso nas margens do Potengi…

Share

O mundo aos pés do Rio

Que cidades visitar em 2013?, perguntou o “New York Times” (clique aqui). O jornal fez 46 indicações.

Em primeiro lugar, acreditem, deu o RIO!!! A Globo deve estar se babando de ódio. A Globo, a Veja, a Folha de S. Paulo, o Estadão…

Como notou Paulo Henrique Amorim, com as sucessivas eleições do Brizola, o “telejornalismo” da Globo espalhou pelo Brasil a imagem de um Rio como uma Ramallah.

Um nordestino, Lula, ajudou a mudar essa imagem!

Viva o Rio!!!

Share

AS OBRAS QUE VÃO MUDAR A CARA DO RIO

Com a mudança da capital para Brasília, o Rio iniciou um progressivo e doloroso processo de declínio econômico e político.

Com a chegada de Lula, Sérgio Cabral e Eduardo Paes, esse quadro começou a se inverter.

E as boas notícias envolvendo a cidade maravilhosa não param. Três novas montadoras podem ser instaladas no estado nos próximos anos. É o que informa o “Jornal do Brasil” deste domingo.

Segue trecho:

Nos próximos anos, três novas montadoras de automóveis podem ser instaladas no Rio de Janeiro, que entrou na disputa pelos investimentos da Volkswagen, Jac Motors e BMW.

O Estado do Rio, que se prepara para se tornar o maior polo produtor de veículos do país, já conta com as fábricas da Nissan-Renault e da Peugeot-Citröen. No total, o setor soma recursos no valor de US$ 4 bilhões, sendo US$ 1,4 bilhão da Nissan e US$ 2,6 bilhões da Peugeot.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno, a nova fábrica de automóveis seria construída em Seropédica, na Baixada Fluminense. Para Bueno, a conquista das montadoras mudaria o patamar da indústria de transformação do Rio.
– Estamos na disputa por todas as montadoras que anunciaram a vinda para o país, e a expectativa é disputar ainda a instalação de uma quarta indústria européia que ainda não anunciou oficialmente que vem ao Brasil – afirmou.

Apenas com os investimentos já anunciados no setor de veículos, Rio passará a produzir 900 mil automóveis por ano até 2016, mais que quadruplicando a produção atual, de 220 mil veículos. O mercado nacional hoje é de 3,5 milhões de veículos e a previsão é de que chegue a 5 milhões de unidades por ano em 2016.

Para continuar lendo, clique aqui.

Share

A MULHER DA MINHA VIDA

O Rio é a mulher de minha vida. Mas tenho que dividir (o que faço com orgulho) com todos os brasileiros!

O Rio é a mulher da minha vida. Pena que tenho que dividir com todos os brasileiros!

Estudo da Secretaria municipal de Assistência Social do Rio revela que metade dos moradores que vivem nas ruas da capital carioca é proveniente de outros estados e até de outros países.

É o que informa reportagem de O Globo desta sexta-feira: Segue trecho:

RIO – Leblon e Ipanema estão repletos de moradores que não pagam o alto IPTU desses bairros. São mendigos que fazem da praia e das calçadas suas moradias. E muitos deles sequer são daqui. Durante a madrugada de quarta-feira, uma equipe do GLOBO percorreu ruas dos dois bairros e contou mais de 15 mendigos.

Há menos de uma semana, equipes da Secretaria municipal de Assistência Social fizeram uma operação de recolhimento de população de rua na região. De acordo com o órgão, no mês passado, os educadores sociais realizaram 210 abordagens na Zona Sul.

Desse total, 47% eram de outros estados, municípios da Região Metropolitana e até de outros países. Os motivos mais usados para justificar a vida ao relento foram consumo de drogas (39%) e conflito familiar (29%).

Na madrugada de quarta-feira, repórteres do jornal flagraram, durante uma ronda, grande concentração de pessoas passando a noite sob marquises de lojas na Avenida Ataulfo de Paiva, a principal do Leblon. Segundo seguranças do local, as lojas são escolhidas porque porteiros são orientados a expulsar os mendigos da frente de prédios residenciais.

Na Rua Barão da Torre, em frente à Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, um homem dormia dentro de um saco de lixo, na porta de uma casa de festa. Em um outro ponto, um adolescente usava pedaços de papelão para se proteger do frio.

Para continuar lendo, clique aqui.

Share

O QUE TANTO FASCINA ADRIANO

riodejaneiro

Faz algum tempo, um canal italiano de televisão pediu ao seu correspondente no Brasil para tentar mostrar o que o Rio de Janeiro tem que tanto fascina o jogador Adriano.

Os dirigentes da RAI queriam uma boa justificativa para o comportamento do atacante. Foi fácil para o repórter.

De saída ele respondeu:
– Vocês sabem que nasci em Roma. Adoro minha cidade. Mas há 20 anos vim fazer uma matéria no Brasil e nunca mais voltei. O Rio é demais.

Este escriba concorda!

Share

O RIO DE TESTINO

testino

A modelo potiguar Fernanda Tavares é um dos destaques do livro do fotógrafo peruano Mario Testino sobre o Rio de Janeiro.

A obra reúne belas  fotos da cidade maravilhosa e de celebridades semi-nuas como Gisele Bundchen, Aline Moraes, Fernanda Lima e Rodrigo Santoro.

O livro custa 39 dólares na Travessa, de Ipanema.

Para acessar o livro, clique aqui.

Share

LUZ, QUERO LUZ

Na campanha Eduardo Paes prometeu tirar o Rio das trevas. Pois já começou.

Para acabar com a escuridão em algumas partes da Zona Sul, muitas vezes provocada pelas árvores, a prefeitura vai instalar nos próximos dias pequenos postes, mais baixos do que as árvores, em várias ruas dos Leblon e Ipanema.  

Já os postes atuais ganharão um segundo braço de luz voltado para as calçadas, iluminando o caminho de quem circula a pé.

Micarla de Sousa poderia fazer a mesma coisa em Ponta Negra e Petrópolis, não é mesmo?

Acorda prefeita!

Share

RIO, DIVERSÃO E ARTE

O futebol continua na minha pauta carioca. Por enquanto.

Depois da bela decisão de ontem no Maracanã, meu compromisso nesta segunda-feira é com Lédio Carona e Gustavo Poli. Os dois são autores do Almanaque do Futebol Sportv” cujo lançamento será hoje, a partir das 19 horas, na livraria Argumento, na rua Dias Ferreira, no Leblon.

Minha temporada de shows começa amanhã com a cantora Khrystal no Teatro Rival. Depois segue com Oasis (quinta) e Caetano Veloso (sexta). No próximo post tratarei da banda inglesa dos irmãos Gallagher.

Share